Conceitos e modos de utilização de tecnologias, ferramentas

Conceitos e modos de utilização de tecnologias, ferramentas…

Compartilhe

Nesta aula abordaremos os Conceitos e modos de utilização de tecnologias, ferramentas, aplicativos e procedimentos de informática. Esses assuntos são recorrente em provas das bancas: AOCP, Cesp, FGV, Vunesp, Cesgranrio, Esaf, dentre outras. Ao acompanhar a sequência de nossas aulas, sua probabilidade de acertos em informática aumentará muito. Nosso objetivo é passar de maneira clara e objetiva os conteúdos, para que consigas a aprovação no concurso público dos seus sonhos.  Leia todo o texto, para que possas entender o assunto e consigas os melhores resultados. Lembre-se de deixar nos comentários sobre qual concurso você está estudando.

 

Nossa Aula Anterior foi: Conceitos de internet e intranet – Informática para concurso

 

Conceito de Informática

Informática é o conjunto de ciências que estuda sobre o armazenamento, transmissão e processamento de informações  de formas digitais. A palavra informática teve origem em 1962 pelo francês Philippe Dreyfus. Ele utilizou este termo para o tratamento automático da informação. Desse tempo para cá muitas coisas mudaram e evoluíram, porém o termo informática permanece intacto e mais atual que nunca. 

 

Hardware e Software

Hardware e Software trabalham em conjunto, um depende do outro, para o funcionamento completo da máquina, por isso será necessário entende-los e saber identificar o que são e quais suas funcionalidades e a importância na informática.   

O que é Hardware? Os Hardwares são os equipamentos do computador, ou seja, toda a suahardware imagem pixabay parte física (as peças e acessórios) ex: monitor, mouse, caixas de multimídia, teclado, impressora, etc.

Todo hardware necessita de processamento computacional (software) para seu funcionamento, este que faz essa comunicação entre a parte física e lógica da máquina, onde são denominados de drivers. Eles são programas escritos para toda a pesquisa e para a interação de um novo componente com o computador.  

O que é software? O software pode ser descrito como uma sequência de informações, que quando

software imagem pixabay

instalado é traduzido pelo computador e executado em seguida. Também pode ser descrita como uma parte inteligente do computador, ou seja, uma parte que não é tocável.

Software é toda a parte lógica do computador ex: sistema operacional, programas, aplicativos, drivers. Os softwares desenvolvem papéis importantes, um deles é dizer ao CPU qual o papel que um determinado Hardware deve realizar.

 

Tipos de Hardwares

Existem dois tipos de hardware, os internos e os externos, veja abaixo alguns deles e suas funcionalidades. 

Hardwares interno: 

  1. Processador: O processador é o cérebro do computador, ele executa todas as funções e processa os dados que são enviados pelo usuário;
  2. Memória RAM: Esta é uma memória de armazenamento rápido, ela é mantida como uma mensagem de texto, sendo que as tarefas são executadas e mandadas para o processador, quando o computador é reiniciado ou desligado, os dados da  memória RAM são apagados;
  3. HD: O HD armazena dados permanentes;
  4. Placa mãe: Ela é responsável por conectar todos os componentes de um computador, além de permitir todo o trafego de informações;
  5. Placa de vídeo: responsável por excussão e transmissão de imagens através de códigos binários.

 

Hardwares Externos: 

  1. Monitor: O monitor é responsável por gerar as imagens com a placa de vídeo;
  2. Teclado: também tem papel fundamental no computador, é através dele que o usuário digita as informações;
  3. Mouse: Serve para o usuário posicionar e escolher uma opção desejada;

Além dos citados acima, existem outras dezenas de hardwares externos, vejamos mais alguns: impressora, webcam, scanner, microfone, pendrive, etc. 

 

Tipos de Softwares

Existem vários tipos de softwares, porém, são 3 os que mais caem em concursos, você deve estar bem preparado, pois as questões podem aparecer de formas variadas, para confundir o candidato.

  • Software de sistema: refere-se aos programas de computador, utilizados para começar a excussão de redes e sistemas do computador. O tipo de software está em Sistemas operacionais, drivers de dispositivos, firmware, assim como uma interface gráfica. Esses softwares são responsáveis ​​pelo funcionamento do computador e pela interação do usuário com o mesmo.
  • Software Aplicativo: É tão fácil distinguir um software aplicativo  e saber qual o papel que um deles efetuam. Nessa categoria estão todos os softwares que designam uma função específica, ex: para digitar um texto, existe o microsoft word, o word pad, o writer, dentre outros. Da mesma forma aplicativos para edição de vídeos, edição de imagens, vídeos para baixar vídeos, …

Quando você vai ao banco e questiona sobre uma tarefa fácil e prática de transações bancárias, lembra qual a resposta? Isso mesmo, o atendente logo diz: “baixe o aplicativo do banco”;

  • Software Utilitário: os softwares utilitários adicionam recursos ao sistema operacional, também corrigem as deficiências do sistema. Exemplos desses tipos são: softwares Antivírus, Compactação de dados, limpeza de discos, aumento do desempenho da máquina e muitos outros;  

Obs: Em provas também podem aparecer os softwares como: Básicos, aplicativos e utilitários.

 

Conceitos e modos de utilização de tecnologias, ferramentas – PERIFÉRICOS

Ainda no tópico “conceitos e modos de utilização de tecnologias, ferramentas, aplicativos e procedimentos de informática” temos os periféricos. Periféricos são todos os equipamentos que estão ligados ao CPU e permitem enviar ou receber informações, ou ainda fazer as duas funções. Os periféricos são divididos em três categorias, são eles: os periféricos de entrada, os periféricos de saída e os periféricos de entrada e saída. 

  • Periféricos de entrada: os periféricos de entrada são todos aqueles que enviam dados para o CPU, por exemplo: mouse, teclado, microfone, Scanner, etc. Esses periféricos são conectados ao computador e tem a função de receber dados seja para armazenamento ou para interpretar uma ação;
    Periféricos de saída: os periféricos de saída tem a função de retirar dados para fora do computador, seja em forma de texto, vídeos, imagens, ou outro tipo.  Um exemplo de periférico de saída é o monitor, através deve é possível visualizarmos textos, vídeos, imagens e muito mais;
  • Periféricos de entrada e saída:  São considerados dispositivos de entrada e saída aqueles que podem ser usados tanto para receber informações como para enviar informações. Vajamos exemplo desses periféricos: a unidade de CD ou DVD-ROM, você poderá utilizá-la para ouvir uma música, ou ver vídeos, estas atividades são formas de entrada, pois as informações estão sendo enviadas para o CPU. A mesma unidade de CD ou DVD poderá gravar dados em uma mídia virgem, esta atividade é considerada saída. Vocês puderam observar que a unidade de CD e DVD, tem a função de enviar e receber dados? Esses tipos de periféricos são de entrada e saída de dados. Vejamos mais dispositivos de entrada e saída de dados: pendrivers, cartões de memória, Hd externos, impressoras multifuncionais, monitores TouchScreen e muitos outros.

Conceitos e modos de utilização de tecnologias, ferramentas, …

Placa mãe

placa mãe

Placa mãe de um computador

Já citamos sobre a placa mãe, agora vamos falar sobre os tipos existentes. Você já deve saber que a placa mãe tem a responsabilidade de fazer a conexão com todos os componentes de um computador, além de permitir o trafego das informações. Agora vamos falar sobre os tipos de placas que existem.  Falaremos sobre as placas OnBoard, OffBoard, assim como as placas controladoras. 

  • OnBoard:  As placas-mãe on-board são aquelas que já vêm com alguns componentes integrados. Como exemplo podemos citar as placas de som, USB, placas de rede, placas de vídeo, processador, etc. Todas estas placas já vêm integradas de fábrica à placa mãe, recebendo o nome de periféricos on-board.
  • Offboard:  Placa-mãe do tipo off-board, não possui periféricos integrados. Ao adquirir uma placa desse tipo o usuário terá que comprar tudo separadamente e encaixar nos respectivos Slots.
  • Placas controladoras:  também conhecidas Como placa de Expansão , as Placas Controladores São ligadas à placa mãe e podem ser usadas para melhorar a Qualidade de um Determinado periférico. 

 

Conceitos e modos de utilização de tecnologias, ferramentas, …

Tipos de Memórias

Falaremos agora sobre a Memória RAM (Random Access Memory) e sobre a memória ROM (Memory Read-Only). 

A memória RAM é de acesso aleatório, ela não armazena as informações de forma permanente,

memória ram

Memória interna (Exemplo de memória RAM)

sendo que, no momento em que o computador é reiniciado ou desligado, as informações são imediatamente perdidas. Esta memória também é conhecida como “memória volátil”.

 

 

Já a  Memória ROM armazenam as informações de forma permanente, Por Exemplo: quando você salva seu currículo no WORD, ou em qualquer editor de texto, estará utilizando à memória ROM e seu arquivo poderá ser guardado para sempre. 

Logo abaixo veremos os diferentes tipos de memórias ROMs. Vale você decorar essas siglas e seus significados, pois eles serão úteis em provas de concursos.

  • Máscara-ROM:  “fita exclusiva de leitura de máscaras”. As mesmas estão instaladas que guardam os dados gravados durante a sua criação;
  •  PROM: Este tipo de memória é diferente dos demais. Ela sai de fábrica vazia, sendo que terceiros as programam;
  • EPROM: Esta sigla significa “memória programável apagável somente de leitura”;

    hd interno

    HD interno (Exemplo de memória ROM)

  • EEPROM: Este é um tipo de memória não volátil, utilizados em PCs e outros dispositivos eletrônicos para armazenar pequenas quantidades de dados. Esta memória precisa que sejam salvas as tarefas antes de desligada;
  • Memória flash:  é um tipo de memória de armazenamento não volátil, podendo seus dados serem apagados e reprogramados. As memórias flash do tipo NAND são mais comuns, estão presentes em pendrives, cartão de memória, SSDs, dentre outros.

Resumo: A memória RAM é possível gravar e desgravar muitas vezes. Já é uma memória ROM, uma vez gravada não pode ser apagada ou alterada como outra informação, exceto com ações específicas. 

 

O tema “Conceitos e modos de utilização de tecnologias, ferramentas, aplicativos e procedimentos de informática” é muito extenso, por isso, o aluno deve ficar atento a cada detalhe. Faça suas anotações e qualquer dúvida deixe nos comentários que respondemos o mais rápido possível. Você está se preparando para qual concurso? Responda nos comentários.

 

Já tivemos duas aulas, veja abaixo qual será a próxima aula. Ative o sininho para não perder nosso próximo post.

  1. Aula anterior: “Conceitos de Internet e intranet;
  2. Aula atual: Conceitos e modos de utilização de tecnologias, ferramentas, aplicativos e procedimentos de informática;
  1. Próxima aula: Conceitos e modos de utilização de aplicativos para edição de textos, planilhas e apresentações utilizando-se a suíte de escritório Microsoft Office 2013.

Aula de informática para concurso. Tema: “Conceitos e modos de utilização de tecnologias, ferramentas, aplicativos e procedimentos de informática”. Autor: Fredson Santana. 

Compartilhe

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *