Como analisar e contratar um bom profissional na área de e-commerce?

Neste artigo, abordaremos sobre como analisar e como contratar um bom profissional na área de e-commerce. Então, confira as melhores dicas!

O mercado digital foi uma das áreas que mais cresceu nesses últimos anos, isso porque a tecnologia teve que ser amplamente usada nesta pandemia do Covid-19.

Deste modo, algumas áreas sofreram quedas e prejuízos por conta da pandemia, como é o caso de muitos varejistas e algumas  indústrias, que infelizmente tiveram que demitir muitos profissionais.

No entanto, isso não ocorreu com o ambiente online, pelo contrário, o mercado digital, através do comércio eletrônico, por exemplo, abriu muitas vagas, gerando novas oportunidades de trabalho compensando o número total de desemprego.

Assim, esse mercado e as oportunidades para trabalhar nele devem permanecer em alta em 2022, cabendo aos gestores e recrutadores de profissionais planejar novas entradas de colaboradores.

Contudo, esta ainda é uma situação considerada nova, como, por exemplo, o formato home office adotado agora de forma mais abrangente, muitos gestores, líderes e recrutadores ficam em dúvida em como analisar e contratar um bom profissional para a área de e-commerce.

Pensando nisso, neste artigo, você poderá conhecer as principais características de um bom profissional para e-commerce, onde encontrá-los, como analisá-los e quais são as principais funções deste ramo. Confira!

Características de um bom profissional de e-commerce

profissional de e-commerce
Imagem: pexels.com

Com este salto enorme do mercado digital, nem todas as empresas estão preparadas para as diversas mudanças que ocorreram, não é? 

Deste modo, surgiu também uma necessidade de contratar novos profissionais, para e-commerce, qualificados e experientes para impulsionar as mudanças da empresa. 

Mas, qual o perfil desses profissionais? Confira as principais características de bons colaboradores na área de e-commerce:

Foco nos resultados

Um  bom profissional é aquele que está sempre atento às métricas procurando  melhorá-las, afinal, a disputa de e-commerces segue acirrada e os consumidores encontram-se cada vez mais exigentes.

Agilidade, planejamento e organização

Neste caso, verifique se o candidato possui uma visão empreendedora, aquela que é capaz de identificar as melhores oportunidades para a empresa. Verifique se ele consegue liderar, se organizar e planejar sua rotina. 

Formação

Qual é a formação exigida para esses cargos? Não tem uma formação padrão, podendo ser oriundos de diversas áreas como administração, comunicação ou até mesmo engenharia. No entanto, uma das mais comuns é o marketing, mas não é uma exigência. 

O importante é ter experiência na área e ter feito cursos especializados sobre e-commerce também contam pontos. 

Outro fator interessante é verificar o objetivo profissional do candidato, e você pode verificá-lo através dos objetivos para o currículo, ou seja,  o que o candidato escreveu naquele campo no documento também  é uma boa direção. 

Conhecer o mercado digital

Claro que um bom profissional de e-commerce precisa conhecer bem o meio que irá trabalhar, ou seja, ter conhecimento sobre as estratégias de marketing digital, as redes sociais, as personas, o trabalho de crescimento da marca, a experiência do usuário, entre outros fatores.

Proativo

A proatividade também é uma característica valorizada nesta área. Em outras palavras, procure um profissional que aja antecipadamente, ou seja, aquele que, ao invés de resolver problemas, consegue também prevê-los e busca maneiras para evitá-los.

Para isso, observe se o candidato possui métodos e processos em sua forma e realizar tarefas e atividades.

Onde encontrar esses profissionais, afinal?

Como você viu, bons profissionais desta área devem saber lidar com diversos tipos de pressão para que a empresa continue crescendo. 

Entretanto, essa tarefa não é tão simples, então, onde encontrar esses profissionais, afinal? 

Primeiramente, considere que esses profissionais já podem estar na sua própria empresa. Ou seja, analise os profissionais que já trabalham na empresa, verifique aquele que tem facilidade com a internet e vontade de aprender, pois investir nele pode ser uma ótima ideia.

Outra forma de encontrar pessoas que trabalham com a internet é no mesmo local: na própria internet. Desta forma, a melhor rede para encontrar  bons profissionais é o LinkedIn. 

O LinkedIn conta com mais de 300 milhões de usuários. Atualmente, ela é a maior rede social profissional existente. Assim como o Facebook, possibilita interação, mas com o grande diferencial de influenciar carreiras, voltado ao meio profissional. Ou seja, as interações dali são, em sua grande maioria, sobre o ambiente de trabalho.

Deste modo, você consegue encontrar bons profissionais através do LinkedIn. Entretanto, existem também sites e plataformas especializadas em procura de vagas, sendo também uma opção para você verificar se existe algum profissional para o que você deseja.

Assim, confira a seguir uma lista com as principais plataformas onde você pode encontrar bons profissionais:

  • Workana;
  • GetNinjas;
  • 99 Freelas;
  • UpWork;
  • Fiverr;
  • Freelancer;
  • Crowd;
  • Aquent;
  • Nexxt;
  • Guru;
  • FlexJobs.

No entanto, se você tem pressa e procura resultados rápidos, contratar uma consultoria especializada pode ser a melhor solução. Ou seja, empresas especializadas em contratações ou em marketing podem te ajudar neste desafio, facilitando todo o processo desde a busca até a contratação do profissional.

Vale ressaltar que uma empresa especializada é uma boa pedida quando se precisa de uma equipe inteiramente nova, pois, sendo vários profissionais, certamente o desafio é maior e ter uma ajuda especializada valerá a pena. 

Como analisar os candidatos?

O processo de recrutamento de profissionais de e-commerce demanda muito esforço e tempo da equipe de Recursos Humanos, afinal, esta missão de encontrar um bom profissional não é fácil porque, algumas vezes, você se depara com vários candidatos que não atendem sua demanda.

Por isso, recomendamos deixar a descrição da vaga bem clara e objetiva, listando as responsabilidades do cargo e também que tipo de perfil a empresa procura. 

Pois, ao anunciar uma vaga, muitos candidatos podem chegar até o time de recrutadores. Por isso, recomendamos verificar os objetivos do profissional. Afinal, os objetivos para currículo é uma forma de diferenciar já no início se o candidato possui ou não o perfil para a vaga.

Além disso,  ouça com cuidado sobre as experiências anteriores dos candidatos, desta forma, você poderá analisar como o profissional agirá em sua empresa e se irá se adequar a sua equipe.

Para isso, é importante elaborar um roteiro de perguntas para o dia da entrevista, onde você pode incluir questões como:

  • Como você agiria sendo responsável pelo setor de atendimento aos clientes?
  • Como você costuma agir ao se deparar com críticas no trabalho?
  • Qual foi a sua experiência mais difícil com um cliente? Como você resolveu?
  • Como você age com clientes insatisfeitos?

Anote as respostas, assim com os dados em mãos, facilitará a avaliação dos candidatos, posteriormente. Uma boa dica é dar pontos positivos e negativos as características e respostas 

Além disso, fique atento às novas tendências de recrutamento e seleção para escolher a metodologia mais eficaz em cada caso.

Pois, com planejamento, organização, anotações, atenção e uma análise detalhada você chegará ao profissional ideal para a vaga. 

Principais funções na área de e-commerce

No entanto, para analisar e contratar um bom profissional na área é fundamental que se conheça os cargos básicos da equipe do e-commerce, não é? 

Mas, afinal, quais profissionais são necessários para trabalhar em um e-commerce? Segundo uma pesquisa realizada pelo Sebrae, em 2014, a média de funcionários para uma loja virtual é de 7 pessoas.

Entretanto, a maioria dos negócios digitais iniciam somente com uma, duas ou no máximo três pessoas.

Por isso, vejamos a seguir os principais cargos que um e-commerce precisa para operar adequadamente focando em seu crescimento contínuo, confira:

Analista de Marketing

Este responsável é o maior encarregado pela imagem do site, assim como os padrões de comunicação visual e escrita. Ou seja, deverá cuidar do planejamento e desenvolvimento das estratégias de marketing do e-commerce, sempre focando no crescimento dos resultados.

Analista financeiro e de atendimento

Neste caso, o colaborador trabalha com a rotina financeira da loja virtual, as contas que precisam ficar em dia, elaboração do fluxo do caixa, emissão de notas, faturamentos, enfim, transações em geral.

Mas também cuidará do relacionamento entre os colaboradores, fornecedores e clientes, auxiliando com suas dúvidas e solucionando problemas.

Gerente

Este profissional, muitas vezes, é o líder do e-commerce, pois irá atuar em diversas áreas, desde o processo de vendas até análise de métricas e resultados.

Neste caso, o profissional precisa ter grande experiência na área, possuir conhecimento de estratégias de marketing como também um perfil analítico e estratégico. 

Ou seja, ele atua como um coordenador geral, fazendo todas as intermediações necessárias para o crescimento do negócio.

Conclusão

Como você viu, contratar um bom profissional na área de e-commerce não é uma tarefa fácil, mas também não precisa ser um “bicho de sete cabeças”, não é mesmo?

Em outras palavras, basta se organizar para a tarefa, analisar com atenção e avaliar o perfil do candidato para decidir se é ou não a pessoa certa para a vaga ofertada.

Por fim, esperamos que com essas dicas você consiga ter êxito neste desafio e se você quer conferir mais conteúdo como este, confira nosso site. 

Fredson Santana

Fredson Santana

Mim chamo Fredson Santana, sou fascinado por tecnologia e amo trazer novidades do mundo dos smartphones e computadores, aqui no site. Também sou YouTuber, sendo que gravo vídeos semanalmente para meu Canal FVCLine.

Deixe o seu comentário! Os comentários não serão disponibilizados publicamente

Os comentários estão fechados.

Outros artigos