Pular para o conteúdo

História dos Números: Origem e Evolução dos Números

Deseja conhecer a história dos números? Então, leia este artigo! Aqui abordaremos sobre a origem e evolução dos números.

Você já se perguntou de que maneira se deu o surgimento dos números? Certamente não foi simplesmente de um dia para o outro, para chegarmos aos algoritmos atuais o processo foi demorado.

Seja por curiosidade ou para se preparar para um concurso, neste artigo, você terá a informação sobre a história que envolve a criação dos números. Além disso, veremos o avanço da nossa sociedade.

Os primeiros indícios da forma de contagem se dão há mais de 30.000 anos atrás. Isso ainda no período dos homens das cavernas, a história dos números é uma curiosidade muito interessante. 

Primeiros indícios de contagem 

Como todos sabem, os nossos ancestrais eram nômades, ou seja, aqueles que não possuíam moradia fixa. Dessa maneira, eles viviam migrando de um local para outro, em busca de alimentos para a sua sobrevivência.

No período paleolítico e da pedra lascada as principais maneiras de encontrar comida era através da caça e da pesca.

Agora como eles poderiam saber a quantidade de peixes capturados ou de animais abatidos, para isso utilizavam-se pedaços de ossos ou madeira.

Um risco eram feitos da vez que um animal sumisse, por exemplo. Assim como animais eram representados em desenhos nas cavernas para informar aos outros a quantidade obtida, são as famosas Pinturas Rupestres.

Com o passar do tempo, os homens das cavernas, estabeleceram moradias fixas e começaram a criar animais, principalmente rebanhos de ovelhas, mas o problema estava em não saber a quantidade correta de animais.

Então, surgiu a ideia de para cada animal coletar uma pedra. Dessa forma, ao fim do dia ao retornasse com os animais para o cercado, uma pedra era retirada do bisaco. Sabendo assim, se estaria faltando ou não alguma ovelha, que poderia ter sido devorada por algum animal selvagem ou apenas ter se perdido das outras.

A utilização dessas pedras deu origem à palavra cálculo que em Latim tem como significado “Contas com pedras”. Sendo assim, com a constante evolução dos seres humanos surgiu também a necessidade de uma regra de contagem, os números.

Quem inventou os números

Não se pode dizer ao certo quem especificamente criou os números, pois se tratou de uma invenção de diversos povos. Além disso, com o passar dos tempos nossos ancestrais não viviam mais em cavernas. Mas sim em pequenas comunidades que foram aumentando a quantidade de moradores. E aos poucos a sociedade se tornou como é hoje.

Cada etnia tem sua maneira de representar os números, principalmente romanos e babilônios, povos que mais contribuíram para os números atuais, saiba mais como cada um deles contribuiu para a criação dos números que conhecemos hoje. 

A origem dos números romanos

Conhecidos como algarismos romanos, os povos dessa etnia usaram letras como forma de representação dos números, em que a ordem dos agrupamentos dessas letras influencia no resultado.

A origem dos números romanos
Números romanos: Imagem pexels

Como por exemplo, se uma letra que representa um número menor antecede uma letra que representa um número maior, então o valor inicial é subtraído, veja V=5 e I=1, VI significa 6 e IV significa 4. 

Até os dias atuais essa formação de representação numérica é utilizada. Podemos perceber isso para representar capítulos de livros e os séculos, além de muitos relógios ainda utilizarem essa forma de contagem.

Confira agora uma tabela com alguns desses algoritmos e seus respectivos valores.

      Algoritmo            Número
            M              1000
            C              100
            L              50
            X              10
            V                5
              I                  1

Origem dos números dos povos babilônios

Com o avanço do desenvolvimento e o surgimento das cidades, aumentava-se cada dia mais a necessidade de criar números para expressar quantidades. Além disso, ficava principalmente na utilidade dos números para o comércio.

Dessa forma, os números passou a ser usado para a coleta de impostos. A civilização babilônica entrava-se localizada onde atualmente é o Iraque e o Irã, no período de 1792 a.c.

Eram utilizados símbolos como formas de representação de quantidades. Além disso, poderia ter suas ordens invertidas para representar outros valores, como nos dígitos atuais, o 3 e 4 são números diferentes que podem se transformar em 34 ou 43.

Com sso, fazia com que não houvesse a necessidade de criar tantos símbolos, facilitando muito a vida naquela época, como também nos dias atuais.

Como foram criados os números que usamos

A história dos números é bastante complexa e abrange muito conhecimento histórico. Desde muitos períodos atrás, os nossos números atuais foram desenvolvidos pelos povos Hindus e disseminados mundo afora pelos Árabes. Por isso, que o nome científico é indo-arábico.  

Quem inventou os números
Imagem: pexels

Os números tais como conhecemos hoje, são símbolos criados pelos Hindus a partir dos conhecimentos dos romanos e babilônios.

Ainda na idade por volta do ano de 780, viveu um matemático muito importante para história seu nome era Al-Khwarizmi e em latim se pronunciava “Alcuarismi” surgindo assim a expressão algarismo na língua portuguesa.

Esse estudioso foi o principal responsável pela tradução e ligação dos conhecimentos hindus e árabes. Além disso, ele fez com que sua interpretação dominasse a Europa e se mantivesse até os dias atuais. 

De qual maneira surgiu o número Zero

Por não representar nenhuma quantidade, o número zero foi esquecido, tanto que foi o último dos números a serem criados. Os romanos simplesmente o ignoraram, já os babilônios deixava simplesmente um espaço vazio para representá-lo.

Algum tempo após a criação dos outros números criaram o zero. Ele em latim era chamado de “zephyrum” que ao traduzir para o idioma arábico se tornou “siphr”, o mesmo que “lacuna ou vazio”. 

Confira também um artigo completo sobre a origem e evolução dos computadores.

A importância dos números

Já imaginou como seria difícil viver em um mundo sem os números, sem poder representar sua idade, ou vender alguma coisa. Sem nossos algoritmos viveríamos de escambo, ou seja, a troca de mercadorias.

Naquela época não existiria dinheiro para realizar compras e vendas, difícil até descrever a utilidade dos números, devido a ser algo tão importante e presente diariamente. 

Portanto, com podemos ver, para contarmos a história dos números mergulhamos na disciplina de história, matemática e até no português.

A evolução dos números

Origem e evolução dos números
Imagem pexels

Os números passaram por um longo processo de transformação até chegarem no que é hoje, cada povo influenciou para que chegasse ao resultado final, se bem que não posso nem citar a expressão “resultado final”, já que vivemos em constante processo de evolução no qual futuramente os números que conhecemos ainda poderá sofrer alterações.

Por fim, percebemos que entender sobre o surgindo dos números é algo que que nos faz refletir sobre a sua importância. Dessa mesma forma, a utilização dos números no dia dia é algo inevitável. Então, entender os conceitos básicos e as resoluções podem nos ajudar a simplificar quase tudo.

Gostou de nosso conteúdo sobre a origem e evolução dos números? Então, compartilhe com os seus colegas!