Tecnologias na Saúde, 5 Tendências que Estão em Alta.

Tecnologias na Saúde, 5 Tendências que Estão em Alta.

São diversas as áreas atingidas pela transformação digital e avanço das tecnologias, de modo que todo o processo de atendimento e prestação de serviços é aprimorado. Nesse sentido, um dos setores que mais foi impactado e demanda inovação são as tecnologias na saúde.

Quando abordamos a tecnologia no setor da saúde, não estamos apenas nos referindo às inovações em algum tratamento, como é o caso do aparecimento do aparelho ortodontico transparente que mudou a ortodontia, mas a todo processo de gestão e atendimento.

Nesse sentido, as tecnologias empregadas na gestão do ambiente clínico, permitindo que os pacientes sejam atendidos de forma mais rápida, mais eficiente, e os médicos tenham suas práticas médicas renovadas e mais seguras, são cruciais para o funcionamento do setor.

Por conta dessa grande transformação no setor médico, no presente artigo abordaremos os muitos componentes e tendências tecnológicas que vêm sendo empregadas nesse mercado.

As maiores tendências na medicina e na saúde

O mundo digital chegou no setor médico de forma potente e transformadora, com uma série de processos que podem ser usados para otimizar a rotina, como:

  • Uso de aplicativos;
  • Uso de hardwares;
  • Sistemas de computador (software);
  • Ferramentas tecnológicas de trabalho.

Abaixo, abordaremos algumas das tendências tecnológicas para o setor da medicina e da saúde para os próximos anos.

1.    Inteligência artificial (IA) e Machine learning

Uma das grandes tendências no setor médico é o uso da inteligência artificial e da machine learning (em português “aprendizado da máquina”).

Essas tecnologias permitem o desenvolvimento de sistemas e formas para uma identificação mais rápida de doenças e diagnóstico de sintomas, além de contribuir para que o médico desenvolva o melhor plano de tratamento.

Tanto a inteligência artificial como a machine learning são usadas para o monitoramento de epidemias ao redor do mundo, análise de ensaios clínicos e a melhoria no resultado dos exames.

Portanto, tanto o aprendizado da máquina como a inteligência artificial são capazes de ajudar os médicos a compilar de forma mais eficiente os dados, permitindo um diagnóstico mais preciso e planos de tratamento mais rápidos.

2.    Robótica

A robótica é o estudo do uso dos robôs em variados setores. No setor médico, a robótica vem crescendo, principalmente ajudando os cirurgiões a realizarem procedimentos difíceis de maneira precisa e, em alguns casos, até menos invasiva.

Entretanto, além do aspecto cirúrgico, a robótica pode contribuir com toda a rotina clínica e hospitalar, em suas mais variadas atuações. Por esse motivo, estimativas do setor de robótica médica estimam a arrecadação de até US$20 bilhões até 2023.

Um exemplo do uso da robótica médica é o uso de um micro-bot que ajuda no direcionamento da terapia para uma parte específica do corpo, como em infecções ou tumores.

3.    Tecnologia vestível

A tecnologia vestível, também chamada de fitness wearable são aqueles aparelhos que usamos no cotidiano e que ajudam no acompanhamento da saúde.

Um exemplo disso são os famosos smartwatches, que permitem que as pessoas controlem o ritmo cardíaco.

Tais tecnologias estão evoluindo para que sejam identificados aspectos da condição de saúde corporal, como pressão arterial e adesivos que rastreiam a temperatura, ajudando no acompanhamento/controle e prevenção de problemas.

Ou seja, os equipamentos são uma forma do paciente conseguir controlar os índices de saúde, de modo a evitar uma vida com hábitos prejudiciais em excesso, bem como monitorar a eficiência de atividades físicas – por exemplo.

Outras tendências do mercado médico

Abaixo, abordamos outras tecnologias que estão em maior evidência e que podem ser encontradas nas mais variadas clínicas.

1.    Realidade aumentada e virtual

Muito se ouve sobre a realidade virtual e aumentada para o entretenimento, entretanto, esta tecnologia não está restrita apenas à essa área.

Isso porque setores como o de planos de saúde têm sido favorecidos com o uso dessa tecnologia, de modo que o investimento do mercado de assistência médica prevê uma arrecadação de até US$5,1 bilhões até 2025.

A tecnologia de realidade aumentada e virtual (VR/AR) atua de forma significativa na simulação de treinamento e cirurgia, além de ser fundamental para ajudar no atendimento.

2.    Digitalização

Uma das grandes vantagens da tecnologia é a diminuição do consumo de papel nas clínicas e otimização do atendimento, facilitando – por exemplo – o acesso ao histórico do paciente.

Assim, no médico dentista, quando uma pessoa realiza o procedimento de implante dentario, a série de documentos que precisaria ser emitida pode ser gerenciada com o auxílio de computadores e formulários digitais.

Além disso, com a tecnologia, parte desses documentos podem ser visualizados online durante o tratamento, evitando burocracias e acúmulo de papéis no ambiente,

Os médicos, por meio de sistemas de gestão também conseguem emitir prontuário eletrônico, agenda online e outros processos de forma digital sem precisar usar o papel.

Assim, entendemos que a tecnologia está presente no setor médico e vem sendo utilizada para otimizar o atendimento e garantir tratamentos mais eficientes e seguros.

* Conteúdo originalmente desenvolvido pela equipe da Vue Odonto, uma rede especializada em atendimento odontológico com enfoque na humanização

Fredson Santana

Fredson Santana

Deixe o seu comentário

Outros artigos